0009. A festa

O ápice da escuridão se aproximava
As ilusões se iniciavam
Muitas expectativas
E a certeza de muitas desilusões
O odor de cigarro se espalhava
O de álcool também

Mentiras sobre mentiras
Todos estavam com suas máscaras
E nem era noite de fantasias
Meus olhos se perdem na opulência de muitas
Finjo apreciar o intelecto
É nessa hora que ponho minha máscara

Deixe uma resposta