0022. Ode à garota que emana a felicidade

A fonte de inspiração é infinita
Formosura e sapiência em paralelo
Na mais longínqua expansão do universo
Encontram as virtudes que te agregam
Por isso, eu, inebriado de ti, espero

Quando te vi fui povoado aos montes
Por você, apaixonei-me à primeira vez
Que meus olhos avistaram tua tez
Seu jeito melancólico, lá longe
Belo à mais, tantas vezes, que o horizonte

Deixe uma resposta