0247. Sobre as diversas espacialidades que apraz meu juízo (ou espera no conjunto)

é um o universo
não um univverrrso
mas apenas um o verso
eu, tu, todos imersos
submersos neste verso
inscritos no mono verso
unilateral universo
universo disperso
em instâncias tais
que não percebem seu verso
mundo de reverso
que para se apreender o verso
deve-se virar o verso
da folha universo
uno (oni) verso
espaços diversos
espalham-se no verso
universalizam o diverso
no anti-verso (reverso)
dá-se ritmo ao conjunto
que conjura i controverso
uno um, eu (oni), tu, univverrrso

Deixe uma resposta