0390. Parada

Poemo migalhas
Podres como minha
Pérfida face
Pondero palavras
Plásticas como
Os peitos que passam
Pormenores, pigarro,
Piadas como as partes
Do que chamo vida
Procuro putas
Porque o amor não
Me convém agora
Provoco pesadelos
Pictogramas, premissas
Do que vegeto
(já chutei o balde)

Deixe uma resposta