0542. Desconstruções I

Eu não te amo, só existo
Sou eu somente e tudo
Quanto mais há vida, fim
Esta força forja a forca
Forja a vida faz o fim
Tiro a base, o cimento
Me assemelho ao amor
Em tudo existo somente
ao fim.

0542. Desconstruções I

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.