0620.

De fato nunca a amei
Amei a mim, amei meu sexo
Amei o prazer que possuía
Amei meus acertos,
Amei minha vida,
Amei meus livros e meus discos
Amei minha família e amigos
Amei até meus desafetos
Mas você, usei como um
catalisador para o meu encontro
e agora já eu, digo:
eu nunca te amei
(e o que é pior, muito menos te odeio,
você me é como um automóvel
a mais em meio às pistas)

Deixe uma resposta