0751. Obviedade XXIV

Se pudesse já não
escreveria mais
palavras…
são todas tão
prenhes de essência

Mas qual um viciado
não resisto ao
momentâneo prazer
que estas me dão

É uma viagem única,
insignificante lombra,
mas me acomoda os nervos

Deixe uma resposta