0935. Um soneto por ela

Lancei todas as mensagens, pois eu cria
transformarem elas motivos prováveis
para que o perigo dito àquele dia
forjasse o início de encontros adoráveis.

O vão das respostas feito à revelia
de que supusesse eu haverem afáveis
retornos em palavras que assim leria
em retinas ao monitor ilumináveis.

Fiquei assim descrente que poderia
jazer quão logo o fim desses incansáveis
dias de definição do que seria

esses nossos encontros inomináveis
onde meu corpo em seu corpo só queria
que não pudessem ser identificáveis.

Deixe uma resposta