0943.

“Amor, poesia e liberdade…”

Tateio os segundos
esperando no toque
algo mais que o tempo.

Busco a matéria
texturizada deste
que há de me trazer
o amanhã e que
alicerçou o ontem
em seu devido
lugar.

É macia sua pele
e tenra.

Deixe uma resposta