1029. Soraia

Pelos caminhos do ouro
Eu vi Soraia passar
Boca macia de seda
Hálito de juá
Pele morena de amora
Pelos da cor do luar
Pernas abrindo à aurora
Ao meu sol levantar

Fui me guiando nela
Naquela estrada a raiar

No esteio do meu horizonte
Veio Soraia andar
Sua chama queimava meu peito
Ardia em mim seu dourar
Seu rosto de deserto
Descompôs meu olhar
Com mãos de seca profunda
Fez meu caminho mudar

Eu que jurei que trazia
Aquele corpo algo mais
Um norte pro meu caminho
Em meio a trilhas demais
Vi Soraia se indo
E me deixando pra trás

Deixe uma resposta