1335.

Eu tomo um copo
de café ao meio-
dia,
não,
nem um cigarro
cabe agora
só há peso
só há o amaro
do estimulante
e a vontade de
não sair da cama,
essa que nem tenho

Eu tomo um copo
de café, deixo os
goles caírem-se todos
pelo talo da
garganta
quente
bem quente
queima tudo numa
ânsia estúpida de
que a traquéia
se ligue direto
ao coração

Hoje eu só tenho
isso

Deixe uma resposta