1545.

Há mar ante o
amar, gozo
do amor.

Dentro do mar
Dentro de alguém
Só preciso penetrar
As ondas fazem o resto
E quase ninguém suspeita

Sal sob o sal
em suspensão
suspiros salgados
indo e vindo
salgados os
seres que são
em si o mar

Guilherme Carvalho e Gerson Deveras

Deixe uma resposta