1722. Explosões

Por toda parte
Da arte à catarse
Caos em todo canto
Do carste ao campo
Dor em todo peito
Das damas ao defeito
Sangue no mundo
Dos sãos aos suínos

O morro vai descer
Vai descer pro asfalto
Que morram eu e todos
Explodam lá do alto

Me matem por favor
Tirem tudo o que eu tenho
Desçam, sem disco voador
Tirem meu maior pertencimento
Me enterrem no cimento
Estrangulem meus amigos
Tornem caos suas libidos

O morro vai descer
Vai descer pro asfalto
Que morram eu e todos
Explodam lá do alto

Rajadas de PT
AR-15 em minhas fuças
Explodam o que aparecer
Que é isso que tipos como eu merecem

Deixe uma resposta