2282. Obrigado pelo adeus

“Rolou um clima faz, rolou um clima faz, porque a gente é livre.”

Além disso tudo
o que vivemos
o que vai ficar
são todas essas
noites repletas
de carinho e abraço
As manhãs de manha,
refeições trashmente
requintadas para três:
eu, você e o olho gordo

Além do que vai ficar
que já me é
ficarão as passagens
de riso fácil,
as tiradas e sacadas
que enchiam o quarto de sóis

Além de você ficar
assim em mim tão bem posta,
não apenas na memória
hão de ficar projetos
e programas
que mudarão de tom
e companhia, mas que
ainda terão o pulsar
latente da sua forte
voz a me dizer:
siga em frente meu amor,
sem o meu,
mas com o seu,
por si

E eu sigo

Iporá, GO.

Deixe uma resposta