2346. Caos ar

eu verto o sabor da imagem
vetor meu indo aí
para

doar

do ar

migalhas de matéria
suprindo a necessidade
de te criar
ilusão que seja
na ponta do pendão
dessa cabeça

torta
pronta
a te atacar
quando menos
te bastar todo o ar
doado

causar

caos ar

em ti o tempo
preciso para que perceba
que a dureza rude
da reta que me implode
te levaria

estar dentro esse
e gozar

gás ar

insuflando prazer em teus poros
desde quando sempre

Deixe uma resposta