2582. do cinza e do platonismo

e de você eu cuido
pois que disso se deve saber
– questão ética de todo humano
e amorosa do meu humano -:
que entre os galhos
das árvores
mora luz e ar
e teima o verde
e que acima das copas
mora o mundo
que toda manhã nos abraça
e quando quiser
já fiz esse pacto com o firmamento
e te abraço como as manhãs

de você eu cuido
porque algo que fica firme
depois da poeira da história
que pulsa como
a luz e o ar
abraçando noites e dias
e que me compele a te
acalmar os veios de mar
comprimidos entre os olhos:
chora que faz bem,
deve ser algo que tem que
ser cuidado

mesmo que só por mim
pactuado

Deixe uma resposta