2904.

é flor, a bossa me pega
como versos me entranham
e essa estrutura sinuosa
que rompe ar na cabeça
deixa porta aberta no firme
das linhas que teiam
o amor aqui dentro

a bossa toca
se aloca pingos de teclas
na imensidão do bem-querer
e quando vejo, vem de leve
e rompendo tudo junto, você
como bossa-ser

Deixe uma resposta