2997. Meu não-lugar meu

Esse não-lugar em que passo,
corpo meu por mim habitado,
já foi algo.
Havia nele ali vivo fato.
Território de opostos disputado:
o partido da felicidade
contra um movimento desolado.
Hoje é só um não-lugar,
outrora tão de mim espaço demarcado.

Deixe uma resposta