3153.

à espera da calma,
eu me encontro,
e é uma impaciência
que faz dó
que dá nó
na ponta do peito
no ponto do meio
no poente do sangue
na nascente do ar
que dá margem prum mar
desabar pelos cúmulos
dos olhos entremeando
os limbos de nimbos
e cirros cerrados pelas
pálpebras

chover torrentes,
até a calmaria sorrir

Anúncios
3153.

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s