3209. A rude urbana

“mas me diz quem é que sente
me diz quem é que sabe
o tamanho monstruoso
dessa porra de cidade”

a rude urbana engole espaços
matas, matos e sapos
a rude urbana usurpa pedaços
se amplia passo a passo apressados
robusta e rígida, armada
se conecta em sobressaltos de asfalto
em espasmos de onda ao ar reverberados
e dispositivos emparelhados

a rude urbana rouba a cena
acinzenta o céu e no mapa o traço
em concreto e contrato
seu rastro desastrado
em vidro e vidas
se estrutura em mosaicos

a rude urbana segrega e aparta
aperta um mundo em coletivos
comprime poucos automotivos
automovidos por impulsos irracionais e emotivos
comprime sujeitos em conflito
guerreia pessoas aflitas em atrito
a rude urbana é um apanágio de gerar constrito

a rude urbana é elétrica
eletrônica, histriônica-crônica
landscape escrota e estérica
um tanto rota, quente e gélida
um mar de coisa e gente pérfida
se abarrota em disputa milimétrica
grades, muros, arames, armas
cercas belicosas e bélicas

mil acima, mil abaixo,
mil atrás e mil aos lados
os horizontes da rude urbana
sãos formados por sozinhos aos bocados
máquina de moer gente e sugar o caldo
novas babilônias com todos atordoados
micro cannãs em cada esquina
vendendo a salvação pra transtornados
macro edéns com seus produtos departamentalizados
e suas vestes de super, mas apenas mercados

a rude urbana propaga a vitória
como uma saga épica de glória
como a inteligência arquitetônica da história
e nas entranhas da rude urbana no meio das palafita
e dos barraco de madeirite e compensado
a rude urbana vomita enjeitados como escória
parecia brilho, luzes, afagos
mas no contido da metáfora
mais um cavalo de troia
 
 
 
 
 
“às vezes eu acho
que todo preto como eu
só quer um terreno no mato
só seu

sem luxo, descalço, nadar num riacho
sem fome
pegando as fruta no cacho”

Anúncios
3209. A rude urbana

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s