3301. náuseas públicas

em si e lá, tá mal, há falhas
desde são paulo aos rios
e o todo dessa parte
que se reparte no globo
vejo ruir tudo o que veja,
há cruzadas, entradas e bandeiras

vejo já ir, os direitos parando no bolso avaro
um marco infeliz ao longo dos anos
aumentando os celsius, deixando tudo russo
pras minas e pros manos
queda-se tudo tiririca
com o que se esperar da política
da nova, da mesma, da antiga

aberto o flagra, a arma em riste
o pastor é vero e fala alto, quase aos berros
deixa um não leve fim deles:
um ódio cultivado junto a deus
numa conserva de corações embrutecidos
pelo medo de se igualar
no oceano humano das diferenças

Anúncios
3301. náuseas públicas

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s