3363.

Destruí o vestido
rasguei com as mãos
torei na faca
retalhei com a tesoura

os farrapos, os retalhos
eu colei um a um
em cima dos meus pelos
com super bonder

Saí à rua assim
envolvido em tiras
elegantemente envolvidas
por lantejoulas furta-cor

Mas ele ainda vivia em mim
e eu vestido de gala
galã sem gola
só trapos
como todo o silêncio dele
que me vestia

Deixe uma resposta