3450.

Olhando daqui até parece que ninguém erra
Mas quantas culpas esculpem esses peitos?
Quantas fendas de angústias talham

as almas transeuntes?

Quantas dívidas, quantas pagas?
Poucos seres possuem a tez de

“piedade, eu pequei”

Quase ninguém conforma na cara seus erros
E daqui, desse perto alhures,

só se avistam os meus

e essa extensão toda de ser errático

Deixe uma resposta