3728. Sem soma

Das vinte e quatro que formam
as horas dessa rotação,
sete e meia passo ali
em frente à teletela

Uma e meia duas vezes,
ida e volta,
para ali e desde ali,
no trem

No meio disso, meia eu gasto
jogando alimentos na garganta
a seco

Quando em casa, oito eu durmo,
quando muito
Em média sete, com sorte
Normal seis, com luta

Um quarto com o cachorro
Um quarto passando roupa

Uma e meia desde a cama até a rua,
rumo até ali

Sobram quatro, cinco ou seis,
depende da insônia
Em que eu não sei quem sou

Mas é sempre esse piscar, acabando-as
Cinco dias dentro da semana,
mais dois que não vejo
Só pisco
E tudo assim de novo e de novo
Trezentos e sessenta e cinco ou seis
Décadas

O que tenho daqui para sempre

Anúncios
3728. Sem soma

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s