3774. lá fora

é sempre lá fora

lá fora tudo acontece

o mundo arde
bolas verdes cortam os céus
balas douradas voam em frente a portões
pessoas transam com pedras
bombas expelem ares venenosos
malu vieira termina seu romance
uniformes negros cacetam negros
descobre-se cientificamente porque rimos
mutilam mais um bem-estar em coma
publica-se mais um livro de vampiros

lá fora

 
lá fora

linfoma nos dedos

de tanto escorregá-los
não há mais tato

mas é tudo lá fora

só lá fora

repetia uma geração inteira
                                                sem mãos

Deixe uma resposta