4169. Azara, a trust

Depois de sair das
diatribes ditadas
de dentro de mausoléus
infecundos

brotou antigona
das antiga mesmo

no tempo do mistério
em Göbekli Tepe

erguendo linguagens
de pedra
sem lavra, lastro ou pasto

brotou no bruto
do deserto

desterrada pois que
tudo era da terra
e ela dela
nada em contrário.

Ela, Azara,
que abandonou a modernidade.

4169. Azara, a trust

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.