0014. Querer (São outros quinhentos)

Não quero falar do começo,
cheguei perto do fim

Não quero falar do amor,
estou cercado de ódio

Não quero falar do universo,
sou só um humano

Não quero falar da verdade,
sou uma grande mentira

Não quero falar do nada,
somos um pequeno tudo

Não quero falar da morte,
aparentemente estou vivo

Não quero falar da paz,
vivemos em estado de guerra

Não quero falar da alegria,
tudo é dor

Não quero falar do tempo,
nós o criamos e nele nos perdemos

Não quero falar da inocência,
já me perdi há muito

Não quero falar da religião,
ninguém me dá crédito

Não quero falar da beleza,
tudo é perfeito

Não quero falar de catalisadores,
consigo o efeito sozinho

Não quero falar da igualdade,
há contradições demais

Não quero falar do não falar,
não suporto ficar mudo

Não quero falar…

…agora, escrever…

Deixe uma resposta