0129. Mais um fim

só agora percebo: acabou
só agora me vem a melancolia dos antigos
só agora vejo que virei poeira ao vento
que findou-se a disposição de brincar
que fui só brincadeira

não espero mais a confirmação
dói que já se havia confirmado
inesperadamente (mas certamente)
veio o confirmar mais completo
findou-se
sem olho no olho
sem coragem
meio medíocre
meio impulso
meio esperado
meio nada de mais
meio toda a importância
meio, mas certeiro

com o que terminou,
perdeu-se o que controlava a razão
pois aqui em mim, ainda arde
o antes que se queimou
e por tanto, me controlava os ímpetos
e agora só resta a loucura
do mais antes ainda
que com o que havia começado
guardava a insensatês

mas, cessou
durou pouco mas foi sublime
o que faço agora?
peço desculpas, por não ter
conseguido fazer o amor por dois
até que ele atingisse e incrustasse
o outro lado
peço perdão,
por ter me entregado inteiro
e tentar demonstrar a paixão

é, mais um fim…
qual será este?
já perdi a conta

quando será o verdadeiro começo?

Deixe uma resposta