0431. Um pouco de mim

o tênis surrado dá mostras
dos descaminhos já corridos
e dessas cicatrizes que saltam
aos olhos, momentos a mais

na fita do Senhor do Bonfim
um pedido e uma dúvida
memórias de um desejo ao cubo
já em pedaços — traços de mentira

sobre os pêlos esparsos e curtos
a inexatidão dos sonhos, dos anos
e nas mãos não calejadas e lisas
o anseio da permuta de vida

por debaixo das unhas sujas
e doas coágulos nas cutículas
muitos medos e a sensação
de que a vida vai-se apenas

nas meias sujas e desfiadas
doses de passado e de dor
e o mesmo desprezo a tudo
que se vê na barriga caída

nesses cachos negros e desfiados
o mesmo mistério que se põe
debaixo das lentes riscadas
no centro de olheiras eternas

desta boca miúda e parca
a ostentação de uma medíocre
beleza esquálida e comum
quase que morta se não fosse rósea

por debaixo da pele um raso
oceano de migalhas de alma
querendo ser um algo que
inegavelmente ainda valha

Anúncios
0431. Um pouco de mim

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s