0753. Obviedade XXVI (Respostas postas em poesias)

Que dizer ao se compreender versos?
Quando medida e pesos se fizeram então
Posto que quase sempre anda a alma
Em descompasso com a razão
Posto que quase sempre é a alma
Apenas um momento vão

Que dizer ao se compreender versos?
Dizer melodiosas redundâncias
Para se assegurar essa mesma alma
Em novos versos que ficarão na ânsia
De ser ou ao menos parecer
Possível solução de merecedora importância

Que dizer ao se compreender versos?
Será mesmo que são passíveis de compreensão
Que são até mesmo essas rimas pobres
Também uma outra e possível solução
Que dizem mesmo algo além do simplesmente dito
Essas palavras todas em vão (ou presas num vão)

Por fim, que dizer ao se compreender versos?
Notas, posfácios, teorias ou tratados…
Melhor não, melhor deixar o compreendido
Velado sobre novo poema adornado
De rimas pobres, pieguice e alma
Em prova dum sentimento contemplado

Deixe uma resposta