1838. Intérprete da palavra

Uma salinha basta
Um cômodo alugado de um prédio comercial
Próximo a bares e sindicatos de preferência
De preferência em lugares de fácil acesso
Várias linhas de ônibus
Estação de metrô logo ali

Mas pode ser também algo grandioso
Mármore de carrara
Ornatos vítreos, mosaicos de cerâmica
Luzes néon e tapetes vermelhos

Em qualquer destes espaços
E mesmo na intermediação destes
Eu proponho a cura,
Eu prometo a cura
Eu prego a cura
Eu pré-curo
Eu curo
Eu apresento o casamento
Eu assento o casamento
Eu acerto casamento
Eu caso
Eu soluciono o dinheiro
Eu soluço por dinheiro
Eu ouço o dinheiro
Eu peço dinheiro
Eu sol-dinheiro
Eu sou

Saúde, amor e dinheiro
O paraíso que Jesus vai te dar
Por parcelas mínimas, dizimais, de seus proventos
Eu apresento as condições:
Uma vida rigorosa e mínima
Para a poupança espiritual do porvir do juízo final
Poupe tudo o que puder
E numa corrente me dê mais da metade
Mas poupe seu fígado,
Poupe seus pulmões
Poupe sua libido
Poupe seu cérebro
Poupe seu prazer

No fim, ficamos assim:
Eu interpreto a palavra e consigo o que preciso agora para ter mais do que preciso
E te privo de tudo para você sempre precisar
No juízo você pode acertar tudo com Ele

Deixe uma resposta