2459. Para que em 10 não pare

que o novo
venha a todos nós
como aquele nó que faltava
para alinhavar a costura

que se escreva mais
e se pense um tanto menos
e se sinta esse tanto que é mais
que se saiba e sinta pensar sentir
e sentir pensar

que se música plena
boa onda vibrada pelo ar
até tremer a alma

que se leia o que for bom
para saciar a fome
e que se coma o que for necessário
para que ninguém sofra

que se seja

que assim seja

que se beije
e se beija

que se ame e entre e adentre
e se deixe adentrar
e trema como música vibrada
que se goze

que se sue o que não alienar
que se estude o que ainda valorizar

que se goste e se gaste
se desgaste pelo tempo
deixe as erosões e intempéries gastar
deixe o rosto amofinar pela idade

que se envelheça

que se corpo
que se outro
que se todos
e todas que puder enfiar em si

que percorra o mundo e as vidas
e se deixe percorrer

que se corra para onde
e se pare pelo quando

que se necessite
que se precise

que queira e consiga
e convide quem quiser também
e compartilhe e não se ilhe
além do medido

que se desmeda
e se desemenda
e perca o medo de se cortar
e se colcha de retalhos quando precisar

que se seja

que assim seja

que não pare

Deixe uma resposta