2460. ( )

chove aí
chove aqui
essa água fina
abençoando os
desejos

insistente durante
o dia
querendo lavar
à força o mal
do mundo
essa chuva nos
encontra

se debruça em
cima de nós
cai em nossas
costas para
lhas aliviar
levemente
pesando o peso
de ser água

nosso encontro
possível carregado
pelas nuvens

nosso beijo suave
feito de
gotas miúdas

Um comentário em “2460. ( )

Deixe uma resposta