3050.

a silhueta do horizonte é esguia
só contornos luzidos daqui afloram
a noite quer deitar por terra
todo o quase do relevo
– vira céu

essa tatuagem luminosa
sobre a derme de um corpo anoréxico

pousado eu percorro esse parco contorno
como agora
pela derme desse lugar
todos

Deixe uma resposta