3172. Do longe, de água, de ar, de arder

Talvez você não durma
talvez eu também não
isso aqui pode ser um sonho matutino
ou apenas uma insônia saudosa

Talvez o desejo arda
talvez em tudo haja
talvez feito de rios e seivas
a curva d’água doce na vontade
o caule rasgando bruto a terra
tocando a rocha na velocidade
do deslizar do remo n’água desavisado

Vago até sua possibilidade de sono avesso
e lhe adentro desejo
com força de rio
erodindo encostas
caule rompendo o ar

Anúncios
3172. Do longe, de água, de ar, de arder

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s