3493. Ketu aqui

Atravessando esse rio de água de olho de gente
Um rastro rosa de ferro de fios de sangue quente
Correndo por um navio rasgando todas correntes
E acorrentado embaixo um povo como indigente

No meio desse transtorno um Rei veio vigoroso
Com seu arco e sua flecha para proteger seu povo
Para unir as duas margens num só continente de novo
Ele não era um índio, mas era como um caboclo

Repartiu-se em mil cabeças para não ser prisioneiro
Em cada cavalo um pouco do seu bravio guerreiro
Guiando os resistentes pelos matos bem ligeiro
Ampliando nessas gerais o traçado do seu reino

Que tal aqui?
Ketu aqui
Bem onde de seu arco
sua flecha ao chão fincou
Bem aqui
Oké arô!

Anúncios
3493. Ketu aqui

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s