3538. lombra

a tarde doura
labareda inconteste no pescoço
colar líquido, salgado
roça a coberta do peito
não há o que não queime

vidro afora tudo arde
nessa tarde casta e infernal

Anúncios
3538. lombra

2 comentários sobre “3538. lombra

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s