4014. Anatomia do desterro

Um corpo grato
aberto opaco, pedra difusa,
ranhuras externas
no semibrilho das lentes quebradas

Alquebrado, o corpo inerte,
reveste-o os próprios cacos;
parte nascida por ali
um pedaço made in Thailand
a junção axial restada alhures
visgo da águia reconhecido
nos tecidos ideológicos
do amor à violência

Digno de nota: o corpo se contrai
ainda passado trinta e duas horas
do dispositivo desligado,
ritmos cíclicos de dez em dez minutos
os dedos deslizam no éter

Massa lodosa à semelhança de
molho pesto receita tradicional
pilada à mão em pilão de pedra,
localizada na terceira interseção
de bílis – negra – e sangue pisado
– à direita do lóbulo inchado
intestinos adentro

Localizados dezenove olhos
todos aos pares
vesgados ao mesmo sentido central
umbílico, denota-se sensitividade
epigástrica morta
neste repositório – quente ainda
por ventura – desfuncionado por
gorduras trans e pans

Nenhum reconhecimento pátrio,
solo desgastado abaixo de um
rasgo de tecido amarelo canário
parecendo haver havido um músculo
involuntarioso sem ciclos ou ritmos,
parado desde antes do desligamento,
notável visualização

Todo o sangue ainda envolvente,
full hd vívido red and blue,
escorre sentido norte
motivo gravitacional plano
para onde vivente almejou

Algo coreano, passível pâncreas,
passivo duodeno, possível pulmão
resfolegado de fuligem
desindexada e livre cambiante,
possui uma bala israelense
terrificada como testemunho testamento

Muito pus, muito mesmo
não havia mais raízes,
só abcessos ancestrais
do proterozoico superior
diluídos por uma camada de
bacon, cheddar e gasolina

O odor dos órgãos ganhava o globo

Anúncios
4014. Anatomia do desterro

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.