4023. Pois, quando quereis?

Fiz trovoar as páginas de notícias
adentrando-lhes as nuvens carregadas.
De pronto
de cada território descolado
soergueu-se um olor de terra
molhada por sangue visceral.
Por dentro do novo milênio
Maiakóvski sampleia
seus estrondos retumbantes.

Estamos tristes,
é certo,
e como nunca por que motivo
poderíamos dançar a ciranda?
O céu do espaço
é diluído chumbo.
As zoeiras
e os relhos
iremos transpassá-los,
dissipá-los aos pedaços,
rasgando-os
como um míssil despedaça
as nuvens.

Anúncios
4023. Pois, quando quereis?

Um comentário sobre “4023. Pois, quando quereis?

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.