1074. Ausência desmedida

Ontem a noite foi só uma espera
uma vontade de algo não ocorrido
como se o deserto se apoderasse
do derredor de minha casa.

Meu coração tem dois átrios
um que é da vontade
um que é do engano
e a madrugada nunca me
chama a recompor meu
peito e a chuva também
não vem, assim como você
que perfilou os dois lados
do meu coração.

Deixe uma resposta