1570. "O amor é um rock e a personalidade dele é um pagode…"

Eis que surge a Dama da Noite
Uma única noite ela aparece
Exala seu aroma adocicado
Apresenta sua voluptuosa consistência
Hipnotiza em eternidade
E na manhã seguinte
Perdida ela está dentro de mim
Nada de matéria para comprovar seu ser
Só me está em mim
Some em estar em mim

A Rosa, delicada presença,
Chora uma lágrima de orvalho
Quando vê meu semblante distante
Na ânsia de encontrar novamente
A Dama da Noite
Nem que fosse por um segundo apenas

A Rosa chora
Eu também

E quem há de dizer qual lágrima é a mais bonita?

Deixe uma resposta