1580. Dê meu Derby, por favor…

Lá vem você com esse papo furado de amor
Quero isso não,
Já vejo vir com essa culpa de ladrão
Roubou meu peito e tal
Arroz sem sal
Deixou o desejo pra depois

Dê meu Derby, por favor…
Que eu só quero fumar
Aquecer meu peito
Esse já roubado
Esquecer meu peito
Todo tão furado

Lá vem você dizer que me ama
Quero isso não
Te vejo dizer amor pura fama
Deixou pedra e cal
Arroz sem sal
O que roubou

Dê meu Derby, por favor…
Porque eu só quero fumar
Ferver meu sangue
Já coagulado
Fazer mais sangue
Pois já foi drenado

Lá vem você com a mesma história antiga
Quero isso não
Deixa eu viver de acaso e mandinga
Botou no osso um mal
Arroz sem sal
Qualquer câncer mesmo

Dê meu Derby, por favor…
Deixa eu fumar
Vou no meu peito
Me enrolar no fumo
Vou tragar meu peito
Tomar meu prumo

Deixe uma resposta