1713. Pra ela I

São como olhos
Os teus olhos
Sabor de olhar
O teu olhar
Tão cabido assim
A tua órbita
Na minha órbita
São olhos tão olhos
Que cabem tanto
Que bastam tanto
Que chegam a ser
Como olhos
Os teus olhos
Deixa assim
Esses olhos tão olhos
Nos meus olhos
Pra ver se os meus
Viram mais os teus

Deixe uma resposta