1983. Macumba Pós-Moderna

Hoje em dia é quase como Mc’Umbanda
Bastar ligar 0800-Mãe-Dinah
E conferir as previsões dos búzios
Com as da bola de cristal
Mesmo sendo você bom cristão
Pode-se fazer um trabalho sem sair de casa
E ainda pode-se ler as previsões do tarô de Marselha

Hoje em dia serve até calcinha da amada scaneada
E-mail ao invés de carta
Que fio de cabelo que nada
Pra um bom trabalho basta o número do celular
E em três noites a pessoa está amarrada

Nessa macumba pós-moderna
Prefiro ficar com as velhas simpatias
De tia-avó vivida
E esperar cinco luas com nome escrito
Em letra vermelha e Santo Antônio de ponta cabeça
Dentro de um copo de água virgem
Prefiro até mesmo deixar bilhete da loto
Debaixo de roseira em noite de lua cheia
E fazer trato com o Cramunhão do que
Fazer trato com essas donas-mães-irmãs-ciganas
Que conseguem ter contato com ET
E ainda ler o futuro na palma da sua mão

Deixe uma resposta