2761. “Porque te amo, NÃO nascerás”

Ninguém nos deu a possibilidade de escolher
não querer viver numa cidade.
Ninguém nos deixou optar por não
ter energia elétrica.
Ninguém nos permitiu não compactuar
com o julgo da propriedade.
Ninguém deixou noites escuras
sem postes denunciadores
de vergonhas corruptoras de estrelas.
Ninguém permitiu que olhássemos
para os céus, esse momento-movimento
do universo, para que surgisse
um momento de criar deuses e
descobrir a fé numa candeia vermelha
ou numa metamórfica luz branca passante
pelo firmamento.
Nos deram um mundo já em palco e plateia.

De ^s encanto.

2761. “Porque te amo, NÃO nascerás”

Diga

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.