pausa: trevas antes e depois [?]

“[…] a credulidade, a aversão à dúvida, o receio de contradizer, a parcialidade, a negligência na pesquisa pessoal, o fetichismo verbal, a tendência a dar-se por satisfeito com conhecimentos parciais, essas e outras causas semelhantes impediram que o entendimento humano fizesse um casamento feliz com a natureza das coisas e foram, em vez disso, as alcoviteiras de sua ligação a conceitos fúteis e experimentos não planejados: é fácil imaginar os frutos e a prole de uma união tão gloriosa.”

Francis Bacon, falando sobre os arautos fanáticos das trevas de uma idade média, ou Francis Bacon, falando sobre os arautos fanáticos das trevas de uma contemporaneidade?

Deixe uma resposta