3072. Sufi III

O que via tudo de todos os ângulos
em todas as direções
quando todos os momentos se sincronizaram
tropeçou num meio-fio

A que ficou contemplando os milímetros
programando as partículas divinas
acelerando o universo até o avesso
caiu de cara no chão

Alguém que só existiu
também morreu
em imersão de amor e sorte

E a flor da vida dada pela poeta orientando o avante
palideceu sob a mesa do profeta
retornou ao tamanho da semente
semeou-se ilesa e indefesa

A beleza da decomposição

3 comentários em “3072. Sufi III

Deixe uma resposta