3073. Sufi IV

Teu deus dança
gira
enquanto parado medita

Teu deus pensa
grita
conquanto em si afina

Teu deus salta
vibra
em ti rima

Teu deus lança
acima
e um tanto só pista

Teu deus cansa
brilha
no arremedo de bruma da esquina

Teu deus emana
reflita
espalhado em cada espelho de não e vida

Deixe uma resposta