3044. Cocos aos povos

Quando do coco da cabeça
se faz a ponte ao todo
do corpo,

quando o inteiro do ser
bloqueia a inércia
de não ter,

quando a totalidade
da fé se completa com
flechas e raízes,

quando a independência
é solução diluída
e sorvida na água da luz,

é quando o horizonte
repousa circundante
dentro de si:

no meio dos cocos, como chaves para uma libertação.

Deixe uma resposta